O arco emocional de Frieren não deveria desaparecer como resposta à ação

Resumo

  • Para um anime inspirado no shonen, Frieren: além do fim da jornada quebra o molde por ser emocionalmente lento até agora, mas isso pode mudar.
  • Frieren tem séculos de experiência e treinamento como elfo, então é natural que a atitude do personagem seja calma, serena, contemplativa e indiferente.
  • No entanto, a reação de Frieren ao demônio Lügner destrói essa fachada e prenuncia a ação que está se formando lentamente.


Para um anime baseado em um mangá shonen, Frieren: além do fim da jornada tem sido bastante heterodoxo até agora. No entanto, houve muito charme por trás da decisão de começar esta história no final da jornada de dez anos de um aventureiro para derrotar o Rei Demônio que anteriormente assolava a terra. Frieren prova que ainda está cheio de surpresas e que esta aventura está longe de terminar e apenas começando. FrierenA narrativa segue a longa vida de seu protagonista elfo mago, Frieren, que, em vez disso, oferece aos espectadores uma jornada introspectiva. A jornada de Frieren é repleta de arrependimentos e lembranças saudosas. Ela não só precisa se despedir de seus amigos, mas Frieren também precisa descobrir o que fazer de sua vida em tempos de paz.

Isso tudo ajuda Frieren romper com as representações tradicionais de como deveria ser um anime shonen, uma vez que FrierenOs primeiros sete episódios não são tão cheios de ação quanto os fãs esperam do gênero. No entanto, estas circunstâncias só são naturais quando se leva em consideração o ponto de vista único da série. Afinal, quando uma história gira em torno de um elfo com uma vida prolongada muito além da dos humanos, o remorso e a maturidade emocional certamente o seguirão como um espectro. O resultado dessas escolhas ainda é surpreendente porque FrierenA narrativa central concentrou-se em aspectos mais comoventes, o que sem dúvida teve um impacto profundo em seu público. É possível que este paradigma mude em breve devido às reviravoltas surpresa que invadiram as entradas mais recentes do anime. Consequentemente, esta mudança aumenta definitivamente o sentido de urgência e ação do anime. Isso não é necessariamente uma coisa ruim, mas também não significa que a série deva deixar de lado seu impacto emocional.

Relacionado

Como a estreia de quatro episódios de Frieren minou sua lição

Frieren tenta ensinar seus espectadores a levar as coisas com calma e aproveitar a vida, mas a estreia do anime conta uma história diferente.


Por que o arco pensativo da história de Frieren é crucial para o personagem

Relacionado

Cosy Fantasy: explorando o mais novo (e melhor) gênero de anime

Os espectadores encontram consolo no anime que os transporta para mundos de fantasia aconchegantes como Ascendance of a Bookworm.

Espectadores de Frieren: além do fim da jornada aprende rapidamente que a longa vida de Frieren levou a alguns problemas pessoais intrigantes. É verdade que o tom inicial da série é repleto de alegria e uma sensação de relaxamento merecido enquanto os heróis retornam de uma missão para salvar o mundo que levou mais de uma década para ser concluída. A banda se separa após esta importante vitória, que é quando Frierena verdadeira história realmente começa. FrierenOs personagens recentemente introduzidos, Himmel, Heiter, Eisen e, claro, Frieren, seguem caminhos separados. É aqui que o anime começa a adotar uma qualidade mais sombria e comovente quando Frieren retorna para ver como estão seus companheiros após 50 anos. Esta é uma mera gota no oceano para um elfo ao discutir a passagem do tempo, mas que naturalmente muda o mundo para todos os outros. Mais importante ainda é o efeito que esse lapso de tempo tem sobre Frieren quando seu aliado mais próximo, Himmel, morre de velhice. Em seu funeral, Frieren percebe que ela nunca conheceu realmente sua amiga e essa epifania a atinge profundamente. Ainda assim, este momento não é o único momento em que Frieren tem de contar com esta constatação. Heiter segue o exemplo com seu falecimento, 24 anos depois. A única diferença desta vez é que durante seus últimos dias na Terra, Heiter convence Frieren a assumir sua pupila – uma jovem órfã de guerra chamada Fern – como sua aprendiz.

Após a morte de Heiter, Frieren e Fern continuam a jornada que Frieren vem fazendo há décadas para descobrir mais feitiços. No entanto, Frieren e seu novo aprendiz encontram consistentemente monumentos heróicos que honram o legado triunfante de seu partido original. Essas relíquias lembram Frieren de suas conquistas anteriores, mas a levam por uma viagem emocional, catártica e longa pela estrada da memória. Esses pedaços do passado de Frieren explicam melhor a natureza meditativa da elfa, bem como como ela contempla o valor da vida. É importante para Frieren para destacar algumas das façanhas anteriores de sua protagonista, ao mesmo tempo que demonstra o quão feroz ela se tornou como uma maga guerreira. Apesar de deixar pouco tempo para qualquer ação árdua, esta comovente exposição torna-se crucial para a compreensão de Frieren, especialmente quando se trata da natureza psicologicamente complexa do personagem. Alguns Frieren os fãs podem achar essa experiência introspectiva entediante, mas é assustadoramente bela e o que faz Frieren um dos melhores animes da temporada. Garantido, FrierenA base emocional de não deve diminuir quando a ação começar na série, o que é praticamente garantido quando o anime continuar.

Mais emoção está a caminho, mas Frieren não deve perder seu sentimentalismo

Relacionado

O próximo grande anime de fantasia continua uma tendência notável

Sentenciado para ser um herói não é um isekai, mas sua história e a próxima adaptação para anime estão próximas o suficiente, mostrando como o gênero se tornou onipresente.

Junto com o comovente dilema de Frieren, a série não mede esforços para retratá-la como uma feroz maga guerreira, tanto que ela deve ser considerada uma das feiticeiras mais famosas e talentosas do anime. Como resultado, antigos inimigos como Qual – um demônio do passado de Frieren – que antes eram vistos como adversários implacáveis ​​e devastadores, agora não são motivo de preocupação para Frieren. No entanto, esta dinâmica começa a mudar com o episódio 7, “Like A Fairy Tale”. Frieren vislumbra um enviado supostamente pacífico de demônios que é despachado pelo outrora derrotado Lorde Demônio, Aura. No entanto, Frieren assume uma posição defensiva e corajosa e quase ataca primeiro. Este comportamento é completamente novo para Frieren. Afinal, seu comportamento antes era calmo e controlado diante da vilania. A justificativa de Frieren para fazer isso é porque ela teve experiência anterior com demônios dessa natureza e tem suspeitas sobre suas verdadeiras intenções. As suspeitas de Frieren provam-se corretas quando o enviado principal, Lügner, mais tarde revela os planos de seu mestre para conquistar a aldeia. Frieren é presa pelas autoridades locais por sacar sua arma, mas essas ações heróicas prenunciam sua empolgação com o que está por vir, especialmente após o episódio “Frieren The Slayer”.

Um dos servos de Lügner, Draht, aventura-se na cela de Frieren para assassiná-la. Frieren não demonstra medo, mesmo depois de Draht tentar matá-la com um feitiço poderoso. Frieren escapa instantaneamente desse ataque, mas não antes de despachar o inimigo sem esforço. Isso exemplifica novamente as proezas de Frieren como um poderoso lutador. O que é significativo sobre esses eventos é como a fachada normalmente tranquila de Frieren se quebra por um momento após seu encontro com Lügner. Frieren: além do fim da jornada continua ilustrando que Lügner não é rejeitado tão facilmente devido à quantidade de poder contida em sua magia de sangue. Na realidade, Lügner é apenas um mensageiro de Aura, seu mestre e a verdadeira ameaça da série.

Independentemente desta bomba, Frierena introdução desses personagens vilões provoca o conflito iminente que está prestes a explodir, qual praticamente garante mais ação no horizonte. Isto deve ser visto como um passo na direcção certa para Frieren, especialmente para os fãs que desejam uma narrativa shonen mais tradicional. Essa mudança, se acontecer, ainda deve ser feita com delicado cuidado, pois Frieren: além do fim da jornada passou sete episódios construindo cautelosamente um enredo bonito e emocional. Seria uma pena se o que atraiu os espectadores Frieren em primeiro lugar, é relegado para segundo plano, ou totalmente removido, apenas por causa de algumas sequências de batalha mais elaboradas.